public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

“Começamos o ano com o pé direito”

Assessoria AMPEBr

Encerrou na sexta-feira, 19 de janeiro, no Pavilhão da Fenarreco, a 44ª Pronegócio Inverno 2018, realizada pela Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr). Foram cinco dias de evento, marcados por intensas negociações de 200 segmentos e mais de 700 clientes vindos de diversos Estados do Brasil. Com a finalização dos pedidos, feitos pelos magazines nos próximos dias, a 44ª Pronegócio atinge seu objetivo de um milhão de peças vendidas.

“Começamos o ano com o pé direito e o sentimento é de dever cumprido. Ainda nesta sexta-feira estivemos com a casa cheia de compradores e a nossa avaliação é a mais positiva possível. Atingiremos o objetivo de um milhão de peças vendidas, mas não será possível um crescimento maior por conta da situação do mercado. No ano passado não houve o frio que se esperava e os lojistas ainda têm saldo do inverno 2017. Por isso trabalhamos para trazer mais clientes, como forma de compensar esta situação”, afirma o presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge.

Segundo ele, um dos pontos altos da semana foi a realização do Desfile de Moda, seguido por jantar, na noite de terça-feira, 16, no Clube Santos Dumont. Além disso, um happy hour na quinta-feira, 18, também permitiu a confraternização entre vendedores e clientes.

Agora, com os pedidos efetivados, as indústrias de Brusque e região começam a produzir a moda que vai estampar as vitrines do Brasil na próxima estação. Já a diretoria da AmpeBr direciona seus esforços para a organização da 45ª Pronegócio – Primavera Verão 2018/2019, entre os dias 14 e 18 de maio. “O trabalho começou. Os clientes que passaram pela 44ª edição já receberam o convite para o evento de maio. Na próxima semana vamos pontuar algumas cidades para visitar em busca de novos clientes”, explica Ademir.

Para o coordenador regional do Sebrae da Foz do Itajaí, Alcides Sgrott Filho, o resultado da primeira rodada de negócios do ano foi excelente. “Mais um sucesso para as nossas empresas, que estão no final da coleção de verão e iniciando a moda de inverno. A Pronegócio é um termômetro do mercado, no qual o empresário confirma se o produto é bem aceito. Quem não atingiu seus objetivos deve reavaliar o mostruário e a coleção, porque ainda dá tempo de criar um novo showroom. Mas, de modo geral, o resultado foi excelente”, destaca o coordenador do Sebrae, que é parceiro do evento.

 

Clientes aprovam Pronegócio

O empresário Henrique Leal, de Bagé, Rio Grande do Sul, conheceu a Pronegócio há mais de 20 anos, quando ainda era responsável pelo departamento de compras de uma grande loja da cidade. Mas, quando decidiu virar o jogo e alçar vôo próprio não teve dúvidas sobre onde encontraria produtos para abastecer suas três lojas. “Faz 15 anos que esta mudança aconteceu e continuo vindo na Pronegócio. Posso dizer que aqui me sinto em casa, pela hospitalidade com a qual sou recebido. Deixei de viajar para outras regiões e compro tudo no evento”, afirma o empresário.

Segundo ele, entre as principais vantagens estão a forma padronizada de atendimento, o valor das peças, a condição de pagamento e a qualidade dos produtos. “Mas um dos diferenciais da Pronegócio é a abertura dos vendedores para conversarmos sobre mudanças no produto vendido. Eu estou na ponta, ao lado do consumidor final e preciso entregar o que ele quer. Por isso consigo negociar, inclusive, mudanças na modelagem”, enfatiza.

A empresária Chaiana Demarche, de Curitiba (PR) também participa da Pronegócio há cerca de 15 anos. Agora, no entanto, ela concentra esforços na divulgação de uma nova marca, destinada ao público atacadista e com vendas online. Meu Armário Favorito é o nome do empreendimento que, apenas na conta do Instagram, reúne mais de 100 mil seguidores. Foi lá que a empresária postou as novidades negociadas em Brusque para o inverno de 2018.

“Aproveitei para mostrar as tendências da próxima estação, já que o nosso blog de moda permite a venda online para atacadistas de todo o Brasil. A divulgação fez sucesso”, afirma Chaiana.

De acordo com a empresária, o que mais desperta a atenção na Pronegócio é o atendimento. “Além disso, é importante ressaltar também a comodidade para o lojista, que não precisa visitar diferentes representantes porque tem a oportunidade de recebê-los em um mesmo lugar”, completa.

Para Bianca Elisabete Duarte, de Governador Celso Ramos, a Pronegócio é suficiente para abastecer o setor de moda infantil da sua loja durante o ano inteiro. “As coleções estão sempre de acordo com o que o cliente procura e inspiradas nas tendências. Para o inverno, por exemplo, apostamos nas cores como vermelho e preto, além de tecidos quadriculados”, observa.

 

Fornecedores satisfeitos

Foi com o objetivo de ampliar a visibilidade da empresa e aumentar o número de clientes atacadistas que a Meias Rocca decidiu participar da Pronegócio há dois anos. Desde então, a produção aumentou. “Antes a empresa fabricava e vendia para a loja própria e para alguns clientes da região que conheciam a marca. A intenção era comercializar para outros Estados, mas sem o desgaste de montar uma representação. E a Pronegócio surgiu como uma alternativa bastante viável. Aqui o cliente vem até nós e a experiência é particularmente interessante neste começo. Tínhamos muitos clientes de varejo e queríamos aumentar o cliente de atacado. E a rodada foi a alavanca que encontramos para fazer esse sistema funcionar”, conta a vendedora da empresa, Cíntia dos Santos.

Segundo ela, a semana foi cansativa, mas bastante proveitosa. “É uma consequência. A busca por novos clientes mantém e também aumenta a nossa produção. Sabemos que existe essa procura maior nos meses do evento, em janeiro, maio e agosto, principalmente”, observa.

Para a empresária Jussara Baungartner, da Lupus, o contato direto com o cliente é fundamental para o alinhamento dos produtos. “Gosto de ouvir o lojista. Como vendemos para todo o Brasil, já percebi que o nosso produto reage de maneira diferente conforme a região. Alguns gostam de determinada maneira. Outros preferem um estilo diferente. Quando me pedem um modelo específico tento trazer na próxima coleção. Às vezes, só agrada aquele cliente que pediu. Mas, não tem problema, porque vou manter esse cliente por muito tempo”, pontua Jussara.

Já o empresário Célio Carturami, da Cartus Jeans, que mantêm representantes apenas no Sul do Brasil, afirma que a Pronegócio permite levar a sua moda muito mais longe. “É como um segundo representante que temos. Através da Pronegócio consigo vender para 11 Estados, o que só seria possível com uma logística grande de representação. A rodada diminui nossos custos e aumenta a visão de mercado”, avalia Célio.

Além das quatro edições da Pronegócio no decorrer do ano, o empresário cita um importante papel que a AmpeBr exerce ao fomentar o conhecimento de moda e informações sobre as tendências através de palestras, cursos e workshops. “Nós participamos destas capacitações e desenvolvemos coleções bem elaboradas, com produtos de valor agregado e isso facilita muito as vendas”, salienta.

 

Trabalhador com maior tempo de atividade na mesma empresa no mundo visita a 44ª Pronegócio

A sexta-feira, 19 de janeiro, foi especial para a 44ª Pronegócio. Não apenas por ter sido o último dia da rodada, mas pela ilustre visita que o evento recebeu: o brusquense Walter Orthmann, que entrou esta semana para o livro dos recordes como trabalhador com mais tempo de atividade do mundo em uma mesma empresa. Aos 95 anos de idade, 80 deles foram dedicados à empresa Renaux – atual RenauxView, no qual até hoje atua, como gerente comercial.  Pela primeira vez na Pronegócio, seu Walter foi recebido pela diretoria da AmpeBr, conheceu toda a estrutura da rodada, conversou com compradores e vendedores, reencontrou amigos,  e ficou surpreso com evento e com a quantidade de compradores das mais variadas partes do país. ?A organização é espetacular, vimos muitas pessoas de vários lugares do Brasil em busca dos produtos daqui. Com certeza todos saem satisfeitos, e isso cada vez mais será bom para Brusque. Parabéns a AmpeBr pela realização da rodada?, declarou.  Conquistas Mas não apenas oito décadas de empresa marcam a trajetória deste trabalhador dedicado e exemplar, que tem seu registro de trabalho iniciado em 17 de janeiro de 1938. Ao longo desse período, Orthmann também conquistou diversos outros recordes: teve mais de dez mil colegas de trabalho, salários pagos em nove tipos de moedas diferentes e, ao levar os produtos da empresa para vender em diversos cantos do país, desde a década de 1950, acumula mais de 7.500 horas de vôo, que somam mais de 3,5 milhões de milhas, o suficiente para viajar ao redor do mundo aproximadamente 15 vezes.  Ao final da visita à 44ª Pronegócio, seu Walter recebeu do presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge, um presente dado em nome da diretoria da entidade, e deixou uma importante mensagem. ?Que as pessoas continuem a trabalhar e se dedicar, sem querer crescer demais. O bom é fazer sempre tudo bem feito, dentro do que é possível você fazer. Além disso, temos que fazer o que gostamos, pois só desta forma chegamos onde queremos?, completou. A AmpeBr parabeniza seu Walter Orthmann por tamanha conquista, que é exemplo de determinação e dedicação, para todos os trabalhadores do país.  

Assessoria AMPEBr

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Guabiruba FM
  • today
    Data
    22/01/2018
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2020 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug